PAISAGENS DO SERIDÓ

Gruta da Caridade











A caverna possui um rio subterrâneo que aflora no local, que jamais secou em toda a sua história, mesmo nas piores secas do Nordeste. Fica na Serra da Cruz, em Caicó, Rio Grande do Norte. Por isso mesmo chamado de Caridade da natureza, em fornecer água mesmo nos tempos de maior estiagem.

Na verdade, a caverna com sua beleza, mistério e água em abundância fizeram dela um templo de magia e de vida. Na região há fósseis de tatu e bicho preguiça gigante. Há cerca de 8.000 a 12.000 anos, homens pré-históricos fizeram da caverna local de ritual religioso, deixando gravados desenhos e esculturas em pedra na entrada da caverna e na sua parede lateral, à direita de quem está de frente para sua entrada. Tratam-se de gravuras ou petroglifos. Tal tipo de arte, sempre existentes em locais onde há água, recebe o nome de Itaquatiara, que em Tupi Guarani quer dizer pedra desenhada.

A Gruta da Caridade serviu de esconderijo para os revolucionários da Confederação do Equador, liderados por Frei Caneca, que objetivava tornar a região de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará uma república autônoma de Portugal.

Serviu também de refúgio aos cangaceiros liderados pelo lendário Antonio Silvino, no ano de 1901, quando houve tanto tiro, que segundo relatam a pedreira pegou fogo. Cangaceiro cuja bravura inspirou Lampião a entrar no cangaço, conhecido como o que tirava dos ricos para doar aos pobres, um Robin Hood sertanejo, ao contrário da maioria dos governantes atuais.

Gruta da Caridade
Caicó / RN - Região do Seridó


Foto: (1) Jorge Luiz de Araújo / (2) Almeida Netto / (3)(4)(5) Valdecy Alves
Paisagens do Seridó - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Castelo Di Bivar

Vaqueiros do sertão

Cachoeira da Vaca